Eduardo dos Santos Martins, Agente Publicitário
  • Agente Publicitário

Eduardo dos Santos Martins

Curitiba (PR)
4seguidores95seguindo
Entrar em contato

Sobre mim

Publicitário
Publicitário, poeta e estudioso da língua portuguesa

Recomendações

(30)
Marcus R, Advogado
Marcus R
Comentário · há 5 dias
Irei continuar a refutar a ideia apresentada, irei descartar seus ataques à minha pessoa, são irrelevantes para o debate acadêmico. Voltando ao cerne da "lide" no final de seu "artigo" o vossa senhoria defende que, conforme suas palavras: "Portanto, é lícito que as cartas psicografadas devam ser aceitas como mais um elemento de prova, a ser pesada pelo juiz (ou pelos jurados, em caso de tribunal de júri), à luz da livre convicção; jamais como elemento absoluto e inquestionável que possa levar, por si só, a uma condenação ou a uma absolvição." Veja que afirma categoricamente que é lícita a psicografia como meio de prova, bem acredito que por mais subterfúgios que desentranhe é inegável que vossa senhoria entende como lídima tal tipo de prova, aí nasce nosso conflito (onde deveria permanecer). Entendo que tal meio sofre vedação por estar revestido de ilegalidade, observe que não há como verificar a autenticidade de tais provas, bem como não é possível contestá-las, e ainda muitas das vezes traz "a versão" da vítima (morta), por fim ainda esbarra na laicidade do estado. Vislumbre uma realidade em que cada religioso pudesse utilizar-se de suas convicções, profetas e rituais para provar (nem que seja corroborar o que for válido) estar certo ou errado, condenar ou absolver cidadãos, não é um bom cenário não é mesmo ?! (Vide medievo)
PS.: Guarde seus espantalhos em seus campos, traga ao debate idéias e não ataques, muito menos jargões ou mantras.
Marcus R, Advogado
Marcus R
Comentário · há 6 dias
Fico feliz que tenha conseguido encontrar um erro de gramática no meu comentário, muito bom agora você só precisa encontrar os demais na sua "teoria" (que por sinal são evidentes) , boa sorte. Ofenda-me mais, aparentemente é só o que consegue fazer com toda sua "capacidade" adquirida desde 2012. O fato que me intriga é que na mesma ou em semelhante proporção que possuo uma deficiência (encontrada por vossa senhoria) no quesito gramática, vossa senhoria apresenta um no item interpretação, em momento algum ofendi sua pessoa ou diminuí o trabalho que teve, somente ataquei a formatação e a ideia apresenta, vejamos que a estrutura já se compromete ao fundamentar a validade do espiritismo com blogs e livros de Kardec, seria o mesmo que comprovar a existência de Alah com al quran, é inválido chegando a ser cômico no cenário acadêmico.Vossa senhoria não exitou e refletiu, partiu logo ao ataque pessoal, mas não irei fazer o mesmo, uma vez que tenho argumentos. Lamento muito que pessoas busquem manter mais a imagem lídima, porém as ações são dignas de pena. Agora começo a entender uma frase que ouvi há anos: "No Brasil mais vale um "leão" do que dois "piões".
Ps.: Caso não compreende, peço que desconsidere minhas última palavras, são apenas divagações de minha parte lusitana sobre as situações inusitadas que presencio em terras Tupiniquins. Fique à vontade de encontrar outros erros gramaticais, já informo que só corrijo minhas petições, diálogos de internet "ficam como estão".

Perfis que segue

(95)
Carregando

Seguidores

(4)
Carregando

Tópicos de interesse

(104)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

ANÚNCIO PATROCINADO

Outros perfis como Eduardo

Carregando

Eduardo dos Santos Martins

Entrar em contato